top of page

Fluxo de Caixa – Para que serve e como fazer para sua empresa



Um dos principais instrumentos no auxílio do controle financeiro de um negócio, é o fluxo de caixa.


Desenvolver um fluxo de caixa simples e organizado ajuda o empreendedor a entender suas movimentações financeiras ao longo do tempo e tomar as melhores decisões para o seu negócio.


O fluxo de caixa é uma ferramenta muito poderosa para a gestão de qualquer empresa.


Neste artigo, lhe entregaremos uma lista com as ações que você precisa tomar para desenhar o fluxo de caixa da sua empresa de forma ágil e precisa e consiga visualizar as variações dos recursos do seu negócio ao longo de um período.


Como o fluxo de caixa agrega valor na gestão financeira?


É essencial que todo empreendedor adote o controle financeiro através do fluxo de caixa para que seu negócio possa ser realizado com clareza e organização.


Pensando nisso, veja o que um empreendedor deve fazer para obter sucesso com essa ferramenta:


1 – Evitar juros e multas por pagamentos atrasados

É comum entre empresas que não fazem o controle do fluxo de caixa a realização de despesas com juros e multas por pagamentos em atraso.


De fato, por não conseguirem enxergar as obrigações financeiras futuras, por vezes, acabam consumindo o caixa disponível no momento com, por exemplo:

  1. Folha de pagamento;

  2. Retiradas;

  3. Antecipações indevidas a fornecedores;

  4. Dentre outros.

2 – Gerenciar ações de cobrança de clientes inadimplentes

Quando se tem a visão de quanto de dinheiro a empresa terá disponível em um certo período, é possível prever quando poderão faltar recursos e se antecipar para que isso não aconteça.


Logo, se vai faltar caixa em um período X, sua empresa pode intensificar as ações de cobrança hoje para mitigar essa situação.


3 – Manter em dia obrigações inadiáveis (folha de pagamento, impostos e etc)

Podendo se antecipar aos períodos onde o caixa estará escasso, a empresa tem a chance de se programar para manter sempre em dia sua folha de pagamentos e os impostos.


Em empresas aonde o fluxo de caixa não é bem trabalhado, pode ser necessária a contratação de empréstimos para honrar tais compromissos frente à falta de dinheiro.


Nesse sentido, não podemos negar que, todo dinheiro oriundo de empréstimos é caro.


4 – Nutrir um histórico financeiro como base de orçamentos

Por último, com um fluxo de caixa bem desenhado e alimentado, a empresa também mantém um histórico real dos seus números que servirão como uma informação muito valiosa para o planejamento dos exercícios subsequentes.




Como fazer o Fluxo de Caixa?


Para desenhar um fluxo de caixa preciso, é necessário que todas as entradas e saídas da sua empresa estejam muito bem classificadas.


Preferencialmente, elas devem estar separadas em receitas, despesas e custos (aprenda mais sobre classificação clicando aqui).



Logo, para toda despesa assumida ou receita gerada, seus movimentos devem estar devidamente classificados e registrados em seu controle financeiro.


O desenho do fluxo de caixa ocorre quando as classificações das entradas e saídas são compiladas em um relatório que dispõe tais dados em uma linha do tempo.


Geralmente um gráfico de linhas como mostrado abaixo:




Neste gráfico é muito importante que as entradas e as saídas sejam representadas por linhas separadas e que o saldo de caixa esteja explicito em uma linha única e em números.


Fazendo isso e tendo o desenho do fluxo de caixa em mãos, basta seguir com a análise comparando aonde a linha das saídas (custos e despesas) se aproxima ou ultrapassa a das entradas (receitas).


Após isso, caso o seu relatório indique que em determinados momentos seus recebimentos serão menores que o somatório de suas saídas, é hora de olhar para o saldo financeiro com cautela e se programar.


O ideal é que seja visualizado o fluxo de caixa da semana corrente ou das próximas.


Já para um planejamento mais abrangente, você sentirá a necessidade de olhar para períodos mais longos, como do próximo mês até os próximos 6 ou 12 meses.


Contudo, tome muito cuidado para não se basear em períodos muito longos, pois, toda empresa está sujeita a desleixos do mercado e o desenho do seu fluxo de caixa não conseguirá prever tais ocorrências.




Uma solução para o seu fluxo de caixa em tempo real – Isso é tudo que você precisa


A Brasker Digital tem tecnologia de ponta para entregar o seu fluxo de caixa desenhado em tempo real.


Para quem deseja utilizar o tempo para tarefas estratégicas da sua empresa, ter uma solução que não precisa gastar tempo lançando os dados para ter as informações atualizadas do fluxo de caixa, pode fazer toda a diferença no dia-a-dia da gestão da sua empresa.


Definitivamente, com essas informações em mãos, o caminho é partir para a ação e protagonizar a evolução e desenvolvimento do seu negócio.


Desejo-lhe sucesso!




コメント


bottom of page